Eventos

Qui. Mar. 02 | horas: 09:30 -
Cidadania em Portugal
Sáb. Mar. 04
Futalegre
Sáb. Mar. 04 | horas: 10:30 -
Futebol Infantis
Dom. Mar. 12
125.o Aniversário do Clube Gavionense
Dom. Mar. 12 | horas: 09:00 -
6.a Maratona de BTT
Sáb. Mar. 18 | horas: 09:30 -
Conferência: "Caça como Valorização do Território"
Sáb. Mar. 18 | horas: 16:00 -
Apresentação do Livro: "Há sempre uma Estrela no Céu" de João Galinha Barreto
Sáb. Mar. 25
XXX Raid TT de Ferraria
Dom. Mar. 26
XXX Raid TT de Ferraria
Dom. Abr. 23 | horas: 09:00 -
Caminhar pelo Desporto e pela Natureza

ver mais [+]

Fotografias do Municipio

  • Atalaia

    Atalaia

  • Atalaia - Ribeira de Alferreira

    Atalaia - Ribeira de Alferreira

  • Belver - Anta do Penedo Gordo

    Belver - Anta do Penedo Gordo

  • Belver - Anta do Penedo Gordo

    Belver - Anta do Penedo Gordo

  • Belver - Anta do Penedo Gordo

    Belver - Anta do Penedo Gordo

  • Belver - Castelo

    Belver - Castelo

  • Belver - Castelo

    Belver - Castelo

  • Belver - Castelo

    Belver - Castelo

  • Belver - Castelo

    Belver - Castelo

  • Belver - Miradouro do Outeirinho

    Belver - Miradouro do Outeirinho

  • Belver - Ponte sobre o Rio Tejo

    Belver - Ponte sobre o Rio Tejo

  • Comenda - Capela Nossa Senhora das Necessidades

    Comenda - Capela Nossa Senhora das Necessidades

  • Comenda - Parque de Merendas

    Comenda - Parque de Merendas

  • Comenda - Parque de Merendas

    Comenda - Parque de Merendas

  • Gavião - Alamal

    Gavião - Alamal

  • Gavião - Alamal (foto de Luiz Alexandre)

    Gavião - Alamal (foto de Luiz Alexandre)

  • Gavião - Largo do Município

    Gavião - Largo do Município

  • Gavião - Pelourinho

    Gavião - Pelourinho

  • Margem - Busto Mouzinho da Silveira

    Margem - Busto Mouzinho da Silveira

  • Margem - Monte dos Pereiros - Fonte

    Margem - Monte dos Pereiros - Fonte

  • Atalaia - Fonte de Santo António

    Atalaia - Fonte de Santo António

  • Atalaia - Ribeira de Alferreira

    Atalaia - Ribeira de Alferreira

  • Atalaia - Ribeira das Barrocas

    Atalaia - Ribeira das Barrocas

  • Belver - Ribeira de Belver

    Belver - Ribeira de Belver

  • Belver - Ribeira de Canas

    Belver - Ribeira de Canas

  • Belver - Ribeira de Eiras

    Belver - Ribeira de Eiras

  • Comenda - Cegonhas

    Comenda - Cegonhas

  • Comenda - Vale de Grou - Fonte

    Comenda - Vale de Grou - Fonte

  • Comenda - Ribeira do Sor

    Comenda - Ribeira do Sor

  • Comenda - Ribeira do Sor

    Comenda - Ribeira do Sor

  • Comenda - Ribeira do Sor

    Comenda - Ribeira do Sor

  • Gavião - Alamal

    Gavião - Alamal

  • Gavião - Alamal - Passadiço

    Gavião - Alamal - Passadiço

  • Gavião - Coreto

    Gavião - Coreto

  • Gaviao - Largo do Municipio

    Gaviao - Largo do Municipio

  • Gavião - Ribeira da Represa

    Gavião - Ribeira da Represa

  • Gavião - Rio Tejo

    Gavião - Rio Tejo

  • Gavião - Termas da Fadagosa

    Gavião - Termas da Fadagosa

  • Margem - Rebanho de ovelhas

    Margem - Rebanho de ovelhas

  • Margem - Ribeira do Sor

    Margem - Ribeira do Sor

  • Margem - Vale da Madeira - Fonte

    Margem - Vale da Madeira - Fonte

  • Margem - Vale de Bordalo

    Margem - Vale de Bordalo

  • Gaviao - Largo do Municipio

    Gaviao - Largo do Municipio

  • Atalaia - Fonte de Santo António

    Atalaia - Fonte de Santo António

  • Atalaia - Moinho Ribeira das Barrocas

    Atalaia - Moinho Ribeira das Barrocas

  • Atalaia - Queda de água no açúde do moinho na Ribeira Alferreira

    Atalaia - Queda de água no açúde do moinho na Ribeira Alferreira

  • Atalaia - Ribeira da Alferreira

    Atalaia - Ribeira da Alferreira

  • Belver - Avi-fauna - paisagem do Rio Tejo

    Belver - Avi-fauna - paisagem do Rio Tejo

  • Belver - Barragem de Belver - Vista do Cabeço do Pintalgaio

    Belver - Barragem de Belver - Vista do Cabeço do Pintalgaio

  • Belver - Ribeira da Areia

    Belver - Ribeira da Areia

  • Belver - Ribeira de Belver

    Belver - Ribeira de Belver

  • Belver - Ribeira de Canas

    Belver - Ribeira de Canas

  • Comenda - Paisagens

    Comenda - Paisagens

  • Comenda - Paisagens

    Comenda - Paisagens

  • Comenda - Ribeira do Sor

    Comenda - Ribeira do Sor

  • Gavião - Largo do Município

    Gavião - Largo do Município

  • Gavião - Passadico do Alamal

    Gavião - Passadico do Alamal

  • Fotos do Concelho - Diversas 201401

    Fotos do Concelho - Diversas 201401

  • Fotos do Concelho - Diversas 201401

    Fotos do Concelho - Diversas 201401

  • Gavião - Praia Fluvial do Alamal

    Gavião - Praia Fluvial do Alamal

  • Gavião - Praia Fluvial do Alamal

    Gavião - Praia Fluvial do Alamal

  • Gavião - Ribeira do Malufe

    Gavião - Ribeira do Malufe

  • Margem - Fonte Velha em Vale de Bordalo

    Margem - Fonte Velha em Vale de Bordalo

  • Margem - Ribeira do Sor

    Margem - Ribeira do Sor

  • Rio Tejo

    Rio Tejo

contact 1
 
Apoio ao Munícipe  
241 639 070
 
Sugestões Para: 
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
 

125 anos do Clube Gavionense - “Contamos com todos”

20170315 125 anos do glube gavionense - contamos com todos 001

A grande instituição que é o Clube Gavionense assinalou no domingo o seu 125o aniversário que contou com uma sessão solene na sua moderna e emblemática sede, património da colectividade, a que se seguiu um almoço convívio no salão da Casa do Povo e que contou com o partir do bolo festivo.
O apelo à união, o reconhecimento pelo meritório trabalho realizado e o compromisso do Município em manter o apoio pontuaram um dia grande para a grande instituição que é o Clube Gavionense.

Entidades, dirigentes, sócios e atletas partilharam um momento histórico, pois são poucas as instituições que atingem os 125 anos e para mais com a saúde, a todos os níveis, do Clube Gavionense que homenageou também todos os presidentes da Direcção vivos.

20170315 125 anos do glube gavionense - contamos com todos 002

No decorrer da sessão usaram da palavra o presidente da Direcção, Fernando Delgado, o presidente da Mesa da Assembleia Geral e anterior presidente da Direcção, Germano Porfírio, para além do presidente da Associação de Futebol de Portalegre, Nuno Silva, e do presidente da Câmara, José Pio.
No início da sessão, Fernando Severino fez um breve historial do Clube, seguindo-se a intervenção do presidente da colectividade, Fernando Delgado, que agradeceu as presenças que encheram a sala para esta «simples mas sentida sessão solene para comemorar os 125 Anos do Clube Gavionense, fundado em 12 de Março de 1892», que «é efectivamente uma bonita idade para uma Instituição que muito tem feito pelo desporto, cultura e recreio dos seus associados e de todos quantos têm assistido e participado nas diversas actividades desenvolvidas por esta prestigiada Instituição».
O dirigente declarou que «acredito que em 1892 não fosse fácil manter esta casa aberta e a funcionar, mas hoje também não o é! Os dias que correm são difíceis para todos, bem o sabemos, e o associativismo não foge à regra. Lutamos todos os dias com a falta de apoios institucionais, mas também com menos disponibilidade financeira dos sócios e comunidade em geral», «mas felizmente ainda vamos tendo gente, pouca, com vontade de trabalhar e continuar a manter esta instituição aberta e ligada à comunidade em que estamos inseridos, e enquanto houver a boa vontade destas pessoas o Clube não há-de acabar».
Fernando Delgado sublinhou que «as associações têm um papel bastante importante nos meios rurais, e a nossa não é excepção, por isso temos consciência do nosso papel social, no manter das tradições, no preservar das memórias das nossas gentes» e apesar de hoje a sociedade ser «cada vez mais egocêntrica» e em que «vemos cada vez mais as crianças e jovens a ficar em casa agarrados a pequenas máquinas, em vez de sair, conviver, praticar desporto», «é aqui que nós devemos trabalhar, para que estas tendências não sejam cada vez mais uma realidade».
Não sendo fácil estar á frente de instituições porque o habitual é dizer mal e tentar destruir, « não me canso de dizer que nenhum dos elementos dos corpos sociais do Clube recebe qualquer valor pela sua participação, trabalho, colaboração e ajuda à Instituição. Este Clube funciona com a disponibilidade de cada um e tudo têm feito para ajudar a servir e conseguir manter de pé este projecto» apesar das dificuldades, deixando Fernando Delgado o repto para que, em vez de dizer mal, «todos nos unamos em torno desta causa e trabalhemos no mesmo sentido».
Fernando Delgado lembrou que os actuais corpos gerentes «contam com apenas 10 meses de actividade» e com dificuldades, «desde logo a equipa de futebol sénior, toda ela completamente nova», assumindo que «quisemos dar oportunidade aos da casa, e nesse sentido convidámos para estar à frente da equipa dois treinadores jovens, com ambição, que muito têm para dar e aprender ao longo da sua carreira» e «quisemos também dar oportunidade a alguns jovens da nossa terra para ingressar e regressar ao Clube de origem». Para além disso «continuamos a apostar na equipa de futsal com a nossa juventude Gavionense», «mantivemos as duas equipas de formação, benjamins e infantis e, como foi prova disso hoje mesmo, continuamos com os nossos meninos a participar nos encontros de Futalegre», para além da manutenção da pesca «e vamos também organizar o torneio distrital da malha».
O presidente do Gavionense salientou ainda que «independentemente dos resultados desportivos, devemo-nos orgulhar do trabalho desenvolvido, digno de um clube modesto mas honrado, que nada deve, nem às Finanças, nem à Segurança Social, nem a nenhum fornecedor», dirigindo-se depois ao presidente da Associação de Futebol para sublinhar que também não deve «um cêntimo» à AFP «apesar das multas pesadas, e algumas, diria mesmo injustas».
Já a concluir, o dirigente assumiu que «sabemos e temos a consciência de que muito mais há a fazer, mas queremos dizer-vos que vamos continuar a trabalhar para que possamos ter um Clube melhor, mas para isso, como diz o nosso lema, contamos com todos», terminando a agradecer aos patrocinadores, aos pais dos atletas, aos atletas e técnicos, aos dirigentes e colaboradores, às Juntas de Freguesia e «especialmente há União de Freguesias de Gavião e Atalaia», aos sócios e simpatizantes, aos antigos presidentes do Clube e por último «um agradecimento muito, mas muito grande à Câmara Municipal de Gavião, nas pessoas do Senhor Presidente e Vice-Presidente, meus amigos José Pio e António Severino, porque com toda a certeza sem a ajuda financeira e logística não nos era possível manter toda a dinâmica do Clube».

Clube com sede própria e sem encargos

O ex-presidente da Direcção e actual presidente da Mesa da Assembleia, Germano Porfírio, grande obreiro da moderno Gavionense, usou da palavra para salientar que este momento representa «uma grande satisfação para todos nós» e na «história de uma dos mais antigos clubes de Portugal a que presidi 19 anos».
Germano Porfírio fez uma reflexão sobre o percurso, salientou os momentos altos das vitórias que hoje constam do palmarés do Gavionense, e muito especialmente a «reorganização do Clube» para que «traçámos objectivos, alguns utópicos» mas o facto é que se adquiriu o terreno, se construiu a sede e o Clube não tem encargos, tem estatutos, sócios actualizados, mas a verdade é que «o sucesso constrói-se com trabalho e resiliência».
Na verdade «não podemos escolher o que nos acontece mas podemos escolher o que fazer», lembrou Germano Porfírio que terminou com um grande «viva o Clube Gavionense».
O presidente da Associação de Futebol de Portalegre, Nuno Silva, que ofertou uma salva ao Gavionense, lembrou que sendo esta «uma das associações com mais anos de vida, tal deve encher de orgulho os sócios que fazem parte da colectividade», felicitando o Gavionense «pelos contributos que tem dado ao futebol e ao futsal de forma digna e séria», realçando que «este é o caminho e a Associação de Futebol de Portalegre está convosco», terminado a desejar «mais 125 anos de vida».

Medalha de ouro para o Gavionense

«É uma enorme honra para mim estar hoje nesta magnífica sede do Clube Gavionense, na qualidade de presidente da Câmara», começou por dizer José Pio que quis lembrar que «foi neste Clube que me iniciei na vida desportiva», pois ali se iniciou como jogador de andebol e mais tarde no futebol, «a jogar no velho Campo do Salgueirinho, sem balneários, equipávamo-nos na antiga sede da Rua da Cadeia e o aquecimento era feito na corrida até ao Salgueirinho».
Mas «também aqui me iniciei como dirigente associativo, verdadeira escola de vida, primeiro como tesoureiro», e mais tarde como «vice-presidente com o Germano Porfírio como presidente. Tempos difíceis e um grande objectivo: construir a sede», lembra o agora presidente da Câmara, que reflecte que «muitas vezes travamos batalhas hercúleas que, em momentos de maior discernimento nos perguntamos: como foi possível termos conseguido?! Mas conseguimos e ela aqui está com o contributo de muitos de vós».
O autarca confessa que «este é o meu Clube de coração, este deve ser o nosso Clube», apela para que «unamo-nos à sua volta» e depois sublinha que «o futuro é hoje», pois «a aposta que tem vindo a ser feita na formação vai dar frutos», e acredita que a Direcção, «com a ajuda de todos nós saberá imprimir a dinâmica que a nossa realidade justifica. Com os pés bem assentes no chão, sabendo ser ambiciosa mas realista, sabendo ser optimista mas controlada, saberemos preparar o futuro para mais 125 anos».
José Pio entende que este dia de comemoração é todos os que passaram pelo Clube nos mais variados papéis, «uns ainda entre nós, outros que já partiram, porém o seu legado perdurará na memória de todos os que sentem o Clube Gavionense».
O edil realça também que «só com o contributo e união de todos poderemos continuar a escrever a bonita história desta centenária instituição», garantindo que poderá continuar a contar com o seu contributo pessoal e «com o apoio do Município de Gavião», até porque «está no caminho certo, e todos somos poucos para engrandecer o nosso Clube e o nosso Concelho».
«São 125 anos de história, com altos e baixos» do «maior clube do nosso concelho», «por isso e porque também é com a simbologia dos gestos que se reconhecem as grandes instituições, na próxima reunião do Executivo Municipal irei propor a atribuição da Medalha de Mérito Municipal Grau Ouro ao Clube Gavionense», no que foi efusivamente aplaudido, terminando a desejar «muitos parabéns para o Clube Gavionense e muitos parabéns para todos nós». «Viva o Clube Gavionense».


Medalhas comemorativas

Para além do presidente e vice-presidente da Câmara, do presidente da AFP, do contabilista do Clube, João Valério, que também representou o presidente da Assembleia Municipal, dos presidentes das Juntas de Freguesia, dos Bombeiros e dos patrocinadores, receberam medalhas comemorativas todos os antigos presidente da Direcção vivos, bem como o actual: José António Gravelho, Armando Galinha, António Estevinha, Luís Couteiro, João Galinha Barreto, António Marques, António Labronso, Joaquim Parracho (ausente), Germano Porfírio e Fernando Delgado.

20170315 125 anos do glube gavionense - contamos com todos 011

20170315 125 anos do glube gavionense - contamos com todos 012

20170315 125 anos do glube gavionense - contamos com todos 013

20170315 125 anos do glube gavionense - contamos com todos 014

20170315 125 anos do glube gavionense - contamos com todos 015

20170315 125 anos do glube gavionense - contamos com todos 016


Historial do Clube Gavionense

O Clube Gavionense é um dos mais antigos em Portugal, pois foi fundado em 18 de Junho de 1891, mas os primeiros estatutos só foram publicados em 12 de Março de 1892, tendo sido esta a data que o clube adoptou como sendo a da sua fundação.
Em Junho de 1891, o Dr. Eusébio Leão, então médico municipal em Gavião, que desenvolveu uma intensa actividade política e social neste concelho, conjuntamente com o Dr. Inácio Monteiro, Alfredo Vicente Brochado, António Joaquim Monteiro e Adrião Gueifão fundaram «Os Gavionenses».
No entanto, os primeiros estatutos do Clube Gavionense que se conhecem são de 9 de Março de 1946 e o seu primeiro subscritor é o Sr. Agostinho Marques Grácio.
Entretanto, em 5 de Abril de 2008 foi efectuada uma alteração total aos estatutos do Clube. Esta referência aos estatutos tem importância, dado que são muito raros os documentos escritos sobre o historial do Clube.
Sabe-se, contudo, que o campo de futebol do Salgueirinho foi inaugurado em 12 de Dezembro de 1959, tendo sido a partir daí que se começou a praticar, oficialmente, a modalidade de futebol no clube, o que até então não era praticado regularmente.
O Clube Gavionense tem como património principal a sua sede social no valor aproximado de 150 mil euros, sendo o Complexo Desportivo do Salgueirinho, que foi alvo recentemente de obras de regeneração, propriedade do Município do Gavião.
O Clube Gavionense faz uma gestão rigorosa dos fundos disponíveis e encontra-se com uma saúde financeira invejável, dado que não tem dividas e tem garantidos os fundos necessários até ao final da época desportiva.
Todos os anos é estabelecido com o Município de Gavião um contrato-programa de desenvolvimento desportivo que é consubstanciado na atribuição de um subsídio para o clube de acordo com o plano de actividades para a época seguinte.
Recentemente foi feita uma actualização dos sócios e o Clube neste momento conta com cerca de 120 sócios, sendo o valor da quota de 18 euros anuais.
Actualmente o Clube Gavionense tem 100 atletas divididos pelos seguintes escalões: Campeonatos Distritais; Benjamins, Infantis e Seniores, Futebol 11 e ainda uma equipa de Futsal que disputa o campeonato distrital de Futsal da Associação de Futebol de Portalegre, marcando ainda presença no Futalegre (futsal para traquinas e petizes), contando ainda com Departamento de Pesca e Departamento de Jogos Tradicionais (Malha).

Palmarés

O Clube Gavionense foi diversas vezes Campeão Distrital de Portalegre em Andebol (formação), Campeão Distrital de Andebol Sénior em 1981/82, Campeão Distrital de Portalegre de Futebol Sénior em 2008/09, com record absoluto de golos marcados em todos os campeonatos nacionais de futebol nesta época (112 golos marcados), vencedor da Taça da AF Portalegre nas épocas de 2008/09 e 2010/11, vencedor da Supertaça Comendador Rui Nabeiro da AF Portalegre em 2010/11 e 2015/2016, e campeão da 2a fase do Campeonato Distrital de Futsal na época 2015/2016.
O Clube conta ainda várias presenças na Taça de Portugal e esteve também presente por duas vezes na III Divisão de Futebol, a primeira na época de 1987/1988 e mais tarde na época de 2009/2010.

Corpos sociais

O actual mandato dos Corpos Sociais do Clube Gavionense teve início a 11 de Maio de 2016 e termina em Maio de 2018.
Mesa da Assembleia Geral - Presidente: Germano Manuel Batista Porfírio, Vice-Presidente: João Carlos Prates Calado, Secretário: João da Cruz Rodrigues da Rosa
Direcção - Presidente: Fernando António França Delgado, Vice-Presidente: Pedro José São João de Matos Alves; Secretário: Diogo André Heitor da Silva, Tesoureiro: Carlos Miguel Pires Isaías, 1o Vogal: Paulo Francisco São João Ferreira, 2o Vogal: Rui Pedro Rosa Maia, Suplente: António Ferreira Martinho
Conselho Fiscal - Presidente: Edmundo Pires Neves, Secretário: Luís Miguel Gonçalves Duarte, Relator: Tiago Heitor da Silva

Fonte: www.jornalaltoalentejo.com

 

FaLang translation system by Faboba
© 2012 Município do Gavião Todos os Direitos Reservados