Events

Thu Nov 23
Comemorações do 23 de Novembro
Fri Nov 24
Comemorações do 23 de Novembro
Fri Nov 24 | horas: 08:00 -
Feira Rural
Sat Nov 25
Comemorações do 23 de Novembro
Sat Nov 25 | horas: 08:00 -
Feira Rural
Sun Nov 26
Comemorações do 23 de Novembro
Sun Nov 26 | horas: 08:00 -
Feira Rural
Fri Dec 22 | horas: 21:00 -
Concerto de Natal da Banda Juvenil do Município de Gavião
Sun Dec 31 | horas: 19:30 - 04:00AM
Réveillon 2017-2018
Mon Jan 01 | horas: 19:30 - 04:00AM
Réveillon 2017-2018

ver mais [+]

Photographs

  • Atalaia

    Atalaia

  • Atalaia - Ribeira de Alferreira

    Atalaia - Ribeira de Alferreira

  • Belver - Anta do Penedo Gordo

    Belver - Anta do Penedo Gordo

  • Belver - Anta do Penedo Gordo

    Belver - Anta do Penedo Gordo

  • Belver - Anta do Penedo Gordo

    Belver - Anta do Penedo Gordo

  • Belver - Castelo

    Belver - Castelo

  • Belver - Castelo

    Belver - Castelo

  • Belver - Castelo

    Belver - Castelo

  • Belver - Castelo

    Belver - Castelo

  • Belver - Miradouro do Outeirinho

    Belver - Miradouro do Outeirinho

  • Belver - Ponte sobre o Rio Tejo

    Belver - Ponte sobre o Rio Tejo

  • Comenda - Capela Nossa Senhora das Necessidades

    Comenda - Capela Nossa Senhora das Necessidades

  • Comenda - Parque de Merendas

    Comenda - Parque de Merendas

  • Comenda - Parque de Merendas

    Comenda - Parque de Merendas

  • Gavião - Alamal

    Gavião - Alamal

  • Gavião - Alamal (foto de Luiz Alexandre)

    Gavião - Alamal (foto de Luiz Alexandre)

  • Gavião - Largo do Município

    Gavião - Largo do Município

  • Gavião - Pelourinho

    Gavião - Pelourinho

  • Margem - Busto Mouzinho da Silveira

    Margem - Busto Mouzinho da Silveira

  • Margem - Monte dos Pereiros - Fonte

    Margem - Monte dos Pereiros - Fonte

  • Atalaia - Fonte de Santo António

    Atalaia - Fonte de Santo António

  • Atalaia - Ribeira de Alferreira

    Atalaia - Ribeira de Alferreira

  • Atalaia - Ribeira das Barrocas

    Atalaia - Ribeira das Barrocas

  • Belver - Ribeira de Belver

    Belver - Ribeira de Belver

  • Belver - Ribeira de Canas

    Belver - Ribeira de Canas

  • Belver - Ribeira de Eiras

    Belver - Ribeira de Eiras

  • Comenda - Cegonhas

    Comenda - Cegonhas

  • Comenda - Vale de Grou - Fonte

    Comenda - Vale de Grou - Fonte

  • Comenda - Ribeira do Sor

    Comenda - Ribeira do Sor

  • Comenda - Ribeira do Sor

    Comenda - Ribeira do Sor

  • Comenda - Ribeira do Sor

    Comenda - Ribeira do Sor

  • Gavião - Alamal

    Gavião - Alamal

  • Gavião - Alamal - Passadiço

    Gavião - Alamal - Passadiço

  • Gavião - Coreto

    Gavião - Coreto

  • Gaviao - Largo do Municipio

    Gaviao - Largo do Municipio

  • Gavião - Ribeira da Represa

    Gavião - Ribeira da Represa

  • Gavião - Rio Tejo

    Gavião - Rio Tejo

  • Gavião - Termas da Fadagosa

    Gavião - Termas da Fadagosa

  • Margem - Rebanho de ovelhas

    Margem - Rebanho de ovelhas

  • Margem - Ribeira do Sor

    Margem - Ribeira do Sor

  • Margem - Vale da Madeira - Fonte

    Margem - Vale da Madeira - Fonte

  • Margem - Vale de Bordalo

    Margem - Vale de Bordalo

  • Gaviao - Largo do Municipio

    Gaviao - Largo do Municipio

  • Atalaia - Fonte de Santo António

    Atalaia - Fonte de Santo António

  • Atalaia - Moinho Ribeira das Barrocas

    Atalaia - Moinho Ribeira das Barrocas

  • Atalaia - Queda de água no açúde do moinho na Ribeira Alferreira

    Atalaia - Queda de água no açúde do moinho na Ribeira Alferreira

  • Atalaia - Ribeira da Alferreira

    Atalaia - Ribeira da Alferreira

  • Belver - Avi-fauna - paisagem do Rio Tejo

    Belver - Avi-fauna - paisagem do Rio Tejo

  • Belver - Barragem de Belver - Vista do Cabeço do Pintalgaio

    Belver - Barragem de Belver - Vista do Cabeço do Pintalgaio

  • Belver - Ribeira da Areia

    Belver - Ribeira da Areia

  • Belver - Ribeira de Belver

    Belver - Ribeira de Belver

  • Belver - Ribeira de Canas

    Belver - Ribeira de Canas

  • Comenda - Paisagens

    Comenda - Paisagens

  • Comenda - Paisagens

    Comenda - Paisagens

  • Comenda - Ribeira do Sor

    Comenda - Ribeira do Sor

  • Gavião - Largo do Município

    Gavião - Largo do Município

  • Gavião - Passadico do Alamal

    Gavião - Passadico do Alamal

  • Fotos do Concelho - Diversas 201401

    Fotos do Concelho - Diversas 201401

  • Fotos do Concelho - Diversas 201401

    Fotos do Concelho - Diversas 201401

  • Gavião - Praia Fluvial do Alamal

    Gavião - Praia Fluvial do Alamal

  • Gavião - Praia Fluvial do Alamal

    Gavião - Praia Fluvial do Alamal

  • Gavião - Ribeira do Malufe

    Gavião - Ribeira do Malufe

  • Margem - Fonte Velha em Vale de Bordalo

    Margem - Fonte Velha em Vale de Bordalo

  • Margem - Ribeira do Sor

    Margem - Ribeira do Sor

  • Rio Tejo

    Rio Tejo

contact 1
 
Apoio ao Munícipe  
241 639 070
 
Sugestões Para: 
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
 

Sílvio Pleno homenageado na Sociedade Portuguesa de Autores

20150114 silvio pleno homenageado na sociedade portuguesa de autores 001

 

Foi uma homenagem sentida e partilhada que, através da apresentação do livro de João Florindo “Maestro Capitão Sílvio Pleno – viajante com bagagem”, congregou na SPA muitos amigos, entre eles figuras mediáticas como António Sala, José Reza, Júlio César ou Vitorino.

A apresentação esteve mais uma vez a cargo do brilhante Nunes Forte, e em nome da administração da Sociedade Portuguesa de Autores, Pedro Campos, responsável pela área da Música, deu as boas vindas e congratulou-se com o acto de apresentação neste espaço do livro do gavionense João Florindo.
O presidente da Câmara de Gavião, José Piu, assumiu ter querido estar presente na «homenagem ao maestro e ao amigo», e dirigindo-se a Sílvio Pleno salientou que «nunca é tarde para se ser feliz». Falou depois sobre o percurso de quem «desde a mais tenra idade se dedicou à música» e recordou que foi o então presidente Jaime Estorninho que «encontrou quem desse corpo ao projecto de uma banda juvenil em Gavião», e «hoje o Município tem orgulho em ter Sílvio Pleno como munícipe honorário».
José Pio recordou o percurso do maestro desde a sua terra – Pampilhosa do Botão – e afirmou que «por detrás de um grande homem está sempre uma grande mulher», enaltecendo o papel de Maria do Céu e do filho André Pleno, para concluir a louvar quem «dedicou o seu saber, a título voluntário» a Gavião, nomeadamente na Misericórdia, na Universidade Sénior ou como autor de marchas, declarando que Sílvio Pleno «é um cidadão exemplar» e «estou-lhe muito grato como amigo».
O autor do livro, João Florindo, assumiu que para si «é também uma honra, como escritor, ter biografado» o maestro, mostrando-se ainda especialmente grato por «também o Município estar aqui hoje na Sociedade Portuguesa de Autores», lembrando depois o percurso de Sílvio Pleno na Orquestra do programa Alerta Está enquanto dirigente da Orquestra Ligeira do Exército.

20150114 silvio pleno homenageado na sociedade portuguesa de autores 002

António Sala falou sobre Sílvio Pleno e emocionou-se ao «rever o velho amigo que não via há quatro décadas». Lembrando que «Nunes Forte foi o “meu padrinho”» e a quem o ligam «uma amizade e um respeito muito forte», salienta que «aos 65 anos já fazemos um balanço» e «sabemos quais são as pessoas maravilhosas que passaram pela nossa vida», que no fim «são uma dúzia». A apresentador lembrou como o programa “Alerta Está”, em cuja direcção sucedeu a Nunes Forte, «animou milhares de soldados» e o qual deve muito ao Capitão Sílvio Pleno porque «capitães há muitos, maestros e bons não é assim», pois fez «arranjos notáveis», dirigiu «orquestras de metais, uma orquestra sinfónica» e «é um grande instrumentista».
Profundamente emocionado, António Sala lembrou ter anunciado dezenas de vezes Petite Fleur para concluir que «muitos podem ser», mas «alcançar o cimo da montanha só o conseguem as pessoas com coração», e o Capitão Sílvio Pleno «é uma alma boa», declarando um «grande respeito pela sua bondade», pois «era um pai para muitos de nós e foi pai de muita gente», dizendo ainda que «é bom que este livro tenha vindo e li-o em três horas», agradecendo a João Florindo «por tê-lo escrito», porque «é bom que tenha ficado escrito», pois «um livro é palpável e é a realidade do tempo que passa».
«Este homem deixa-nos uma obra pujante e pode sentir que há reconhecimento», disse ainda António Sala antes de declarar que «gosto muito de si», «algumas das qualidade que tenho devem-se ao seu molde», deixando um grande «obrigado» e pedindo para beijar Sílvio Pleno, chorando ambos.
O chancense Júlio César testemunhou igualmente a importância de Sílvio Pleno no marcante programa “Alerta Está”, de Nunes Forte, «que andou a animar jovens soldados», tal como o testemunhou o fadista Cristóvão, o músico José Reza e o cantor Vitorino, todos unânimes no elogio e agradecimento a Sílvio Pleno.
O musicólogo João Carlos Calixto apresentou um curto diaporama sobre o enorme trabalho de Sílvio Pleno e salientou que «a família Pleno tem uma entrada na Enciclopédia Musical do séc. XX», e «Pleno é um nome maior também para Portugal». O professor mostrou alguns trabalhos musicais do maestro como para os Maranata em 73, para Maria da Fé em 75, presente também nos discos de Vitorino entre 75 e 90 (como no arranjo de Maria da Fonte em 78), para Manuel Freire, para José Jorge Letria, para Carlos Moniz e Maria do Amparo, para Janita Salomé e tantos outros nomes grandes, sendo certo que também já José Luís Peixoto escreveu uma letra para uma marcha de Sílvio Pleno.

20150114 silvio pleno homenageado na sociedade portuguesa de autores 003


A terminar, João Florindo congratulou-se com o facto de esta homenagem decorrer na sala Frederico de Freitas, declarando-se «farto de homenagens a pessoas que desapareceram», mas «esta é em vida», agradecendo depois «aos que me desafiaram e aos que colaboraram», para dizer ainda que Sílvio Pleno «em 2013 cumpriu 75 anos de carreira enquanto músico» e que nesse ano morreram oito bombeiros por isso uma parte da verba do livro é para os Bombeiros de Gavião, declarando ainda o título da obra inspirado em Saramago e recordando a cumplicidade com o designer Eduardo Mariano que pelo seu falecimento não concluiu a obra, dando a conhecer que para este livro pesquisou durante 14 meses e o escreveu em 10 dias, agradecendo ainda esta homenagem ao maestro pela SPA e pela Câmara de Gavião, concluindo que Sílvio Pleno «é um homem que está na frente da procura do bem comum» e que «teve um papel fundamental na renovação da música portuguesa», que «é um maestro dos sete instrumentos» e também «um capitão de Abril», que «sempre recebeu prémios importantes, mas o mais importante são as pessoas que ouviram as suas músicas».
O Capitão Maestro Sílvio Pleno, muito emocionado, agradeceu a todos e em particular à SPA, à Câmara de Gavião, a João Florindo e «muito especialmente à minha mulher e ao meu filho», tendo André Pleno entoado ao saxofone “Tema de Saudade” perante uma plateia que contava com muitos gavionenses, incluindo também o vice-presidente da Câmara, António Manuel Severino, ou o maestro Paulo Pires.

Fonte: www.jornalaltoalentejo.com

 

 

 

FaLang translation system by Faboba
© 2012 Município do Gavião All Rights Reserved
ブランドコピー スーパーコピーブランド コピーブランド ブランドバッグコピー ブランドコピー時計 ブランドコピー財布